20/04/2009 | por

Caixa muda regras do Construcard FGTS

A Caixa Econômica Federal adotou novas regras para a compra de material de construção por meio do Construcard FGTS, que utiliza recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. A linha de crédito destinada à compra de material de construção em geral, incluindo armários embutidos e aquecedores solares. Além de ampliar o prazo de… Ver artigo

Compartilhe

A Caixa Econômica Federal adotou novas regras para a compra de material de construção por meio do Construcard FGTS, que utiliza recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. A linha de crédito destinada à compra de material de construção em geral, incluindo armários embutidos e aquecedores solares. Além de ampliar o prazo de pagamento de 96 para 120 meses, a partir de agora a instituição vai dispensar a garantia de fiança/aval e reduzir em 45% a taxa de risco de crédito, que era 0,4712% e passou para 0,2592% ao mês aplicado sobre o financiamento.
O intuito da instituição é aumentar a atratividade da linha, racionalizar os procedimentos e aumentar o número de contratações. A contratação do Construcard FGTS é simplificada e permite a inclusão de até 15% dos custos de mão-de-obra no valor financiado. Atualmente, a renda máxima para esta modalidade é de R$ 1.900. Quem possui rendimento superior a esta faixa pode contratar o Construcard CAIXA, com recursos do banco, cujo valor mínimo a ser financiado é de R$ 1.000. As novidades na linha com recursos do FGTS já estão disponíveis em todas as unidades.
As compras pelo sistema devem ser efetuadas por meio do cartão de débito Construcard FGTS – para obtê-lo, é preciso abrir uma conta corrente no banco. Atualmente, são mais de 40 mil estabelecimentos comerciais credenciados pela CAIXA. Para verificar que lojas em sua cidade são conveniadas, acesse o site da instituição, clicando aqui (o formulário está ao lado direito da página),

construcard

ou ligue para o atendimento do banco: 0800-7260505 ou 3878-2000 (para localidades com DDD 11). Desde novembro passado, o limite de financiamento passou de R$ 7 mil para até R$ 25 mil. A taxa de juros varia entre 5% e 7,16% ao ano, de acordo com a renda familiar do tomador. Desde sua criação, em 1997, a linha já financiou R$ 5,9 bilhões e beneficiou aproximadamente 1,07 milhão de famílias. Em 2009 a meta de contratação para compra de material de construção com recursos do FGTS é de R$ 1 bilhão.

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

331 COMENTÁRIOS

Páginas [34] 33 32 31 30 29 28 27 26 25 24 … 1 » Show All

  • Enviado por elisandra

    Em 13 de novembro de 2014

    O ex marido fez emprestimo do construcard para dar o dinheiro para o irmão dele pagar dividas particulares….quais as consequencias se eu denuncia-lo por uso do credito para outra finalidade que não construir ou reformar?A cas é financiada e esta no nome dele e meu…estamos divorciados…..preciso de esclarecimento.

Páginas [34] 33 32 31 30 29 28 27 26 25 24 … 1 » Show All

FAÇA SEU COMENTÁRIO

  1. três + 7 =