Blog Tecnisa - Mais construtora por m²

29 jul | 06

Análise de crédito te deixa chateado? Que tal analisarmos esta questão? Você poderá mudar de opinião.

Por Jorge Alberto Gama

Não raramente ao ser informado que a sua aquisição parcelada terá que ser submetida ao crivo de uma análise de crédito, o cliente fica chateado. Deve imaginar que deverá passar por uma situação burocrática e desagradável.

A análise de crédito começa no preenchimento da Ficha Cadastral. Se preenchida plenamente e corretamente é favorável ao cliente. Este documento é confidencial e de uso restrito. Algumas cópias simples de documentos como R.G., C.P.F., Certidão de Casamento, se casado, comprovantes de renda e residência completam o que é solicitado ao cliente para que ele tenha seu crédito analisado.

De posse desse material, para falarmos com franqueza, será feita uma pesquisa junto às agências de informações comercias que retornarão possíveis apontamentos que o cliente possa ter.

Se você pensa que o serviço de análise de crédito resume-se a isso, então você deve mesmo achar que é uma chatice burocrática, mas vamos mostrar que o serviço é mais amplo e na verdade ele visa mais proteger o cliente do que a própria vendedora / construtora.

Falamos de apontamento, mas saiba que ter um desabono na praça não é sinônimo de uma sentença de crédito negado. Todos podem ter um momento difícil na vida e uma entrevista pode deixar claro que o problema havido já está sendo resolvido e que existem condições financeiras para assumir o compromisso do financiamento e de regularização das pendências apresentadas na análise.

Em situações mais críticas, muitas vezes a solução passa pela indicação de um fiador que apresente o perfil desejado, já no momento da assinatura do contrato.

A análise de crédito passa a proteger o cliente, na medida que o analista procura verificar se o compromisso assumido está de acordo com o fluxo financeiro do cliente na composição de rendas vs. despesas. Muito importante é a verificação também do quanto o compromisso assumido está comprometendo a sua renda, pois as prestações de um financiamento apesar de já terem o valor dos juros conhecido, ainda sofrerão a correção monetária. Se analisarmos que nem sempre o salário, no caso dos assalariados, acompanha os índices de correção monetária que procuram refletir a inflação do país, é muito importante o cliente não iniciar um financiamento com um comprometimento muito alto.

Outro estudo é sobre a relação renda vs. financiamento bancário, para quem comprou com essa opção de pagamento. Os agentes financeiros que concedem esses financiamentos de crédito imobiliário possuem regras para a concessão de crédito e o analista mais uma vez verifica se a renda atende a renda mínima exigida, quais rendas do cliente são reconhecidas pelo agente financeiro, qual o valor máximo de financiamento a renda permite, qual o prazo máximo concedido pelo banco, etc.

Já houve casos que a renda não se mostrou suficiente para que o compromisso fosse cumprido ao longo de todo o contrato e a solução foi à busca de um plano de pagamento mais elástico de forma que as prestações fossem suportadas pelo cliente e assim ele pode atingir seu objetivo plenamente que é a quitação do saldo devedor.

Infelizmente, já tivemos na análise casos onde, por exemplo, um casal realmente empolgado e maravilhado com o produto, a realização de um sonho, a concretização de um projeto de vida, assumiu o compromisso, mas que na análise de crédito verificou-se um altíssimo comprometimento da renda do casal. Em entrevista, onde procurávamos entender melhor se havia alguma reserva financeira não informada na Ficha Cadastral ou se havia algum parente próximo auxiliando financeiramente na aquisição, o casal disse que não, desistindo da aquisição e agradecendo, pois ao se deixarem levar pelo lado emocional, estavam se colocando em uma situação difícil e insustentável em curto prazo de tempo. Agradeceram de serem orientados e de passarem a ter a visão de analisarem sobre todos os ângulos que uma aquisição de um imóvel exige para que seja tranqüila e chegue até o final sem sobressaltos.

Como você já deve ter sentido, o analista de crédito age também como um consultor financeiro que orienta e verifica se o cliente está assumindo um compromisso financeiro, muitas vezes de longo prazo, de forma segura e tranqüila. Muitas vezes, em uma entrevista o cliente passa a entender melhor seu compromisso e em uma segunda conversa com o pessoal do setor de vendas, encontra uma condição de pagamento que seja mais tranqüila para o seu fluxo financeiro ou mesmo possíveis composições de renda que viabilizem um financiamento imobiliário junto aos agentes financeiros.

Se você ainda não se convenceu que a análise de crédito também protege o cliente, então passo mais um dado importante. Historicamente, nos prédios lançados pela construtora, após o início dos trabalhos de análise de crédito, o índice de inadimplência de condomínio é menor do que nos prédios onde o crédito não era analisado.

Esse dado interessa diretamente ao bolso do cliente, pois um prédio com elevada taxa de inadimplência passa a ter o valor do condomínio extremamente pesado para aqueles que pagam suas obrigações em dia e são adimplentes no condomínio.

Portanto, a análise de crédito é uma atividade que visa acima de tudo um negócio de baixo risco, tanto para a construtora como para o cliente, pois um bom negócio é aquele que é bom para as duas partes e ambos saiam satisfeitos do negócio realizado.

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Compartilhe
com seus amigos
Outras opções
de compartilhamento

Jorge Alberto Gama

Fique ligado em tudo o que acontece nesse post. Clique aqui

Fechar

Páginas: « 1 … 19 20 21 22 23 [24] 25 26 27 28 29 … 30 »

  • Enviado por matias

    Em 28 de novembro de 2011

    jorge: achei muito interessante o comentario sobre a analises de credito, raramente tive problemas de tirar algum credito pessoal devido que minha renda é alta, mas a pesar disso estou tendo dificuldades para conseguir capital de giro para a empressa a analisis de uma empressa é mais minuciosa que o credito pessoal? obrigado att matias zavala.

  • Enviado por maria ramires

    Em 29 de novembro de 2011

    ola.. sou correntista a mais de 11 anos do banco x ja me deram um financiamento e foi quitado certinho só que agora não foi aprovado um novo financiamento está tudo ok documentação cpf etc. porque nao conseguigo mais ser aprovada no financiamento ?pode me responder? obrigada.

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Cara Francisca, obrigado pelo seu comentário.
    Para verificar a situação do seu nome você deve procurar os serviços do SERASA em http://www.serasaexperian.com.br/ e da Boa Vista Serviços (A.C.S.P.) para consultar o S.C.P.C. em http://www.boavistaservicos.com.br/index. Boa sorte!

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Caro Franklin, obrigado pelo seu comentário.
    Financiamento bancário é um empréstimo e como todo pleito de crédito o solicitante não pode ter restrições em seu nome. Uma vez resolvida pendências de restrições você poderá pleitear o financiamento em qualquer banco que atue como agente financeiro, desde que não seja imóvel associativo ou minha casa, minha vida, visto que cada agente financeiro possui uma política de análise de crédito diferente. Boa sorte!

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Cara Ana, obrigado pelo seu comentário.
    Ana, como sempre comento neste blog, cada empresa, comércio ou instituição financeira determina a sua política de crédito, logo o que ela vai analisar ou deixar de analisar. Determina também o que é relevante ou irrelevante. Imaginando a distância o que pode ser interessante conhecer seu saldo de FGTS para aprovar um financiamento de automóvel, vejo duas possibilidades: primeira comprovar seu tempo de serviço e o valor da sua renda através de um cálculo inverso a partir dos depósitos recebidos na conta do fundo. A segunda seria ter uma visão do valor que você dispõe em caso de ser demitida. O valor poderia eventualmente ser utilizado por você para quitar o financiamento. O importante é você também verificar se a financeira é idônea, quanto tempo ela existe no mercado, se tem reclamações sobre ela no Procon ou sites de reclamações de consumidores antes de assinar qualquer papel. Como recomendação final, leia tudo antes de assinar. Se não entender algo que deram para você assinar, peça uma cópia para levar para análise de alguém da sua confiança e só volte para assinar depois que tiver todos os esclarecimentos e entendimentos possíveis. Nós brasileiros por muitas vezes temos o péssimo habito de assinar sem ler e uma vez assinado o risco é muito alto. Boa sorte!

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Caro Matias, obrigado pelo seu comentário.
    Matias, eu vou ser franco com você. Particularmente nunca atuei diretamente com esse ramo de crédito, porém por ser do meio temos contato com colegas que atuam ou já atuaram nesse seguimento. Fato é que envolve maior risco e dai ser mais minuciosa sim. Imagine que além do histórico normalmente analisado na PF, a saúde financeira da sua empresa também é analisada em conjunto de um exercício futuro do negócio para verificar se existe um cenário positivo de continuidade do negócio. Também as garantias oferecidas vão contar muito nessa aprovação.
    Fato é que não existe crédito com risco zero e dificilmente banco ou financeira vão apostar em um financiamento de alto risco. Dai os cuidados da análise e sua demora.
    Não conheço os valores envolvidos e o tamanho da sua empresa, mas temos visto campanhas de bancos oferecendo parceria ao seu negócio. Se não estiver evoluindo satisfatoriamente, procure alternativas. Boa sorte e bons negócios!

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Cara Francisca, obrigado pelo seu comentário.
    Para verificar a situação do seu nome você deve procurar os serviços nos sites do SERASA e da Boa Vista Serviços (A.C.S.P.) para consultar o S.C.P.C. Boa sorte!

  • Enviado por Jorge A. Gama

    Em 2 de dezembro de 2011

    Olá Maria, obrigado pelo seu comentário.
    A distância, sem conhecer detalhes do seu pleito junto ao banco, é difícil comentar algo a respeito. O fato de você ser correntista há 11 anos sem a menor sombra de dúvida é bem relevante uma vez que o banco tem seu histórico e conhece você muito bem. Prova disso é que já financiou você anteriormente. O que pode estar havendo nesta nova análise?
    Um valor maior que envolve mais risco?
    Alguma mudança de cenário, como tempo no emprego atual, menos patrimônio do que possuía antes ou mesmo tempo de residência?
    Difícil à resposta. Só eles podem responder com segurança Maria. Peça para seu gerente orientá-la e assim você e ele podem verificar se existe algo que possa ser feito para atender as exigências do banco. Caso não dê certo, procure a concorrência para obter o financiamento. Boa sorte!

  • Enviado por anderson ribeiro

    Em 17 de dezembro de 2011

    Olá bom dia,eu estou entrando num programa habitacional do governa do estado do parana em parceria com a caixa econômica , tenho uma renda de 1500,00,porem tenho um financiamento de uma moto no valor de 335,00 e um empréstimo descontado em folha de 308,00 todos em dia com o pagamento, a moto falta 14 prestações e o empréstimo falta 16.Na hora em que a caixa econômica for avaliar meu credito eles levarão em consideração essas dividas que estão em dia com o pagamento.eu também queria saber como é a forma de analise credito que a caixa faz.

  • Enviado por anderson ribeiro

    Em 17 de dezembro de 2011

    Me desculpa, eu esqueci de dizer que sou funcionário publico e tenho estabilidade no emprego, se isso é levado em conta na hora de analisar meu credito

Páginas: « 1 … 19 20 21 22 23 [24] 25 26 27 28 29 … 30 »

  1. *
    To prove you're a person (not a spam script), type the security word shown in the picture. Click on the picture to hear an audio file of the word.
    Anti-spam image

Receba as atualizações desse post.
Escolha uma das opções abaixo:

celular

Cadastre seu número de celular e receba grátis um alerta a cada novo comentário inserido neste post

Para descadastrar seu celular clique aqui

e-mail

Cadastre seu e-mail e receba um alerta a cada novo comentário inserido neste post

Para descadastrar seu e-mail clique aqui

RSS

Assine o RSS e receba grátis um alerta a cada novo comentário feito nesse post.

assine

fechar